Conselho da Comunidade para assuntos Prisionais visita o Conjunto Penal de Feira

3

O Conjunto Penal de Feira de Santana recebeu nesta terça-feira (10), a 1ª visita do Conselho da Comunidade Para Assuntos Prisionais de Feira de Santana – CCAPFS. O Conselho, foi recém-instalado pelo Juízo da Vara de Execuções Penais que é um órgão de execução penal que representa a real possibilidade de intervir nas relações sociais dentro e fora da prisão, trazendo à tona a necessidade de modificar o modelo de convivência individualizador, promovendo a aproximação da comunidade com a prisão e da prisão com a comunidade.

O Conselho é composto por integrantes do Ministério Público, Defensoria Pública, representantes das Indústrias e do Comércio de Feira de Santana, das Assistentes Sociais, membro da OAB, além de representantes da Pastoral Carcerária, segmento evangélico, maçônico, espírita, e também dos estudantes. 

De acordo com o Padre Jorge Fontes, o Conselho é a materialização da sociedade civil organizada envolvida com a execução penal. “É um ato de inteligência. Esses indivíduos que aqui estão voltarão um dia para a sociedade a qual nós fazemos parte, então por que não oportunizar para essas pessoas uma nova perspectiva”.

Jorge ainda pontuou que a intenção do Conselho é precipuamente de poder ajudar a direção da unidade para uma execução penal mais humanizada e assim, conseguir devolver para sociedade indivíduos em condições de reintegração.

O diretor do Conjunto Penal, Capitão Allan Araújo disse que toda a ajuda para o sistema prisional é muito bem vinda. “Estamos abertos à parceira com o CCAPFS e outros órgãos e entidades para ajudar a melhorar o sistema penal com um todo”. Finalizou.

 

Mande fotos e vídeos com os acontecimentos de seu bairro para o

WhatsApp do Berimbau Notícias 75 9 9190-1606

Assessoria de Comunicação Social

3 Comentários

  1. Conjacuipense entendido Diz

    Os conselheiros irão ganhar alguma coisa? Porque esses Conselhos só servem para piorar, eis aí o Conselho Tutelar que está dando muita ousadia as crianças e aos adolescentes e criando muitos marginais. Assim foi e é o Estatuto da Criança e do Adolescente, se vcs observarem a vagabundagem, a malandragem e os ladrõeszinhos aumentou em 90% a desde que esse estatuto foi aprovado. Os próprios conselheiros tutelares dão ousadia as crianças na frente dos pais, e os pais estão cada vez mais refém dos próprios filhos. Na próxima eleição diga aos Candidatos a conselheiro tutelar que só serve pra ganhar salário e piorar as crianças.

    1. Quem sabe do que está falando... Diz

      Não Conjacuipense “Entendido”! Esses conselheiros não ganham nada! São pessoas (em sua maioria servidores públicos) bem remunerados e estabilizados que estão dedicando um pouco do seu tempo para ajudar a mudar a realidade do sistema carcerário brasileiro. Então alguns só reclamam, outros “tiram a buda da cadeira” e trabalham em prol do próximo, principalmente aqueles que não podem retribuir de nenhuma forma.

      Ah! Sobre o ECA acho que o senhor deveria ler um pouquinho mais sobre os tema para não ficar falando besteira na Web, pois fica feio…

  2. Eu quero acreditar... Diz

    Espero que façam alguma coisa efetiva…

Comente essa matéria

Seu endereço de email não será publicado.