Deputado Fernando Torres desiste de candidatura para 2018

0

O deputado federal Fernando Torres (PSD) anunciou na manhã desta terça-feira (5), em entrevista coletiva, que não vai disputar as eleições em 2018. Em seu segundo mandato na Câmara Federal, Torres disputaria as eleições para deputado estadual.

Ele disse que conversou com a família e com senador Otto Alencar, que o considera um grande amigo, antes de tomar a decisão. Na coletiva o deputado destacou que a desistência foi motivada pelo atual cenário da política nacional e que vai apoiar Otto Filho na candidatura para Deputado federal. Ele não revelou o nome que apoiará para a câmara estadual, mas deixou claro que para governador seu voto será para Rui Costa.

Leia também: Amazon Kaori faz promoção de aniversário e oferece descontos e brindes

“Não vou pregar o voto nulo porque aquele que não vota em ninguém vota no pior. Eu já vinha com este pensamento de desistência há algum tempo, antes de ser secretário estadual de Desenvolvimento Urbano. A política nacional está muito suja, hoje a notícia de deputado é notícia de corrupção e eu não quero estar em um meio como este”, disse.

Fernando Torres também se pronunciou em relação à reportagem da revista Isto É, que publicou que o deputado guardava R$ 3,23 milhões em casa. Ele deixou claro que não guarda dinheiro em casa e que todos seus bens são declarados. O valor informado na matéria, segundo o deputado, é oriundo da soma da venda de uma área (terreno), localizado na avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana, no valor de R$ 1.152.000,00, e de uma casa no mesmo local, no valor de R$ 2 milhões. A venda foi efetuada no ano de 2013.

“Aquela matéria é para um marginal entrar na minha casa e me matar e matar a minha família. Eu paguei imposto de renda, comprei um apartamento aqui na Santa Mônica, onde moro, sou empresário, sou dono de supermercado, e só quero ter o direito de sair da política com a cabeça erguida”, declarou.

2020

Fernando Torres disse que estava na hora de recuar e que ainda é cedo para falar em 2020. Ele deixou claro que não está saindo da política, apenas está desistindo da candidatura seja para deputado estadual ou federal.

“Tive um mandato de vereador, um de deputado estadual e dois de deputado federal. Eu não estou saindo da política, eu estou recuando da candidatura porque está na hora de recuar. A política nacional não está bem e eu quero ser diferente”, ponderou.

“2020 ainda demora. Eu iria me candidatar a estadual porque eu já não estava aguentando mais Brasília. Eu já queria sair de lá e depois decidi que nem estadual eu vou querer mais. Quanto a 2020 a gente tem que aguardar”, destacou.

Apoio

Durante a coletiva, que foi transmitida ao vivo no programa Acorda Cidade, Fernando Torres reforçou que seu apoio será a Rui Costa para reeleição no governo do estado, e Otto Filho, filho do Senador Otto Alencar, na disputa para deputado federal.

“Eu vi que ele [Rui Costa] é um govenador atuante, que trabalha, que não gosta de perseguição política, que tudo que fez é tentando ajudar a Bahia. Eu estive no Rio Grande do Norte e lá os funcionários estão com três meses de salários atrasados, e na Bahia não estão. E eu vou votar pela continuidade do governo Rui Costa e escolher um senador igual ao senador Otto Alencar. Vamos apoiar um candidato de Feira, um candidato novo, que possa contribuir para a melhoria de Feira de Santana.

Questionando sobre a candidatura de José Ronaldo ao Senado, Fernando Torres não se prolongou na resposta e não deixou muitas pistas sobre quem será seu candidato. “Falei que Rui é um excelente administrador e não é perseguidor, e o senador tem que ter este mesmo perfil. Não estou dizendo que é o caso do prefeito José Ronaldo”. 

Emocionado, Fernando Torres agradeceu o apoio que sempre encontrou no eleitor feirense, durante toda sua vida política.

 

Mande fotos e vídeos com os acontecimentos de seu bairro para o

WhatsApp do Berimbau Notícias 75 9 9190-1606

Acorda Cidade

Comente essa matéria

Seu endereço de email não será publicado.